Segurança e Praticidade: 7 tipos de registro de ponto para usar na empresa

Segurança e Praticidade: 7 tipos de registro de ponto para usar na empresa

Tempo de leitura: 6 min

O avanço da tecnologia trouxe diversos benefícios às tarefas do nosso dia a dia. Computadores, por exemplo, são capazes de armazenar milhares de informações e executar múltiplas funções.

Portanto, no caso do registro de ponto, estes avanços também significam melhorias no serviço. Atualmente é possível “bater o ponto” de forma remota, através de aplicativos ou sites. Além disso, tanto as empresas quanto os funcionários têm agora maior controle sobre as informações de ponto.

Entretanto, algumas mudanças recentes na legislação trabalhista coloca algumas regras e deveres que devem ser cumpridos, incluindo o registro de ponto. Desse modo, é importante também que o gestor fique atento a estas normas, conforme o segmento de mercado em que atua.

Ao longo do artigo serão trazidas informações para entender melhor sobre os 7 tipos de registro de ponto que a Secullum Software oferece, seus diferenciais e como executá-los em cada empresa.

Como funcionam os registros de ponto

O controle do fluxo e carga horária de funcionários já é implementado pelas empresas há muitos e muitos anos. A marcação dos horários se deu inicialmente pelo livro-ponto, onde eram anotados os dados.

Passando pelo marcador de registro de ponto manual e chegando até os dias de hoje, podemos perceber as enormes diferenças na forma como os registros funcionam.

Atualmente, é possível fazer registro de ponto utilizando a identidade biométrica, através das digitais. Outras forma bastante comum atualmente é o código de barra, que pode estar impresso no crachá, o que também facilita o processo de identificação.

Entretanto, a grande mudança que pode-se destacar é a eficácia e agilidade dos equipamentos atuais. Com o Secullum Ponto, por exemplo, é possível enviar o atestado médico através do aplicativo Central do Funcionário, diminuindo a burocracia e tomando menos tempos dos colaboradores.

Ademais, vale ressaltar que cada plano oferecido pela Secullum conta com diferentes tipos de serviços e funcionalidades. Desse modo, é importante avaliar também quais são as necessidades da empresa, conforme vamos abordar nos tópicos a seguir.

Principais benefícios do registro de ponto

De modo geral, o contrato de trabalho regido pela CLT tem como uma das regras o cumprimento de uma carga horária. Cada empresa adota seu modelo de organização, podendo estas horas serem estabelecidas por dia, semana ou mês.

Além disso, o controle de entrada e saída dos funcionários também ajuda na avaliação de desempenho e resultados da equipe, proporcionando opções de melhorias nesse sentido.

Entretanto, os novos registros de ponto permitem não apenas aos gestores o controle de horários. Os funcionários e colaboradores em geral também podem consultar seus dados.

Por exemplo, em uma empresa que aplica o sistema de banco de horas, é interessante acompanhar se há horas em haver ou sobrando. Através do aplicativo que a Secullum desenvolve, o Central do Funcionário,  (Android ou iOS), o colaborador pode ter aceso a estes dados a qualquer momento.

Com isso, não é mais necessário consultar o setor de Recursos Humanos para consultar as informações do banco de horas. Ademais, confira os principais benefícios do registro de ponto da Secullum:

  • Acompanhamento diário do registro de ponto​;
  • Relatórios emitidos em tempo real;
  • Facilidade no fechamento da folha;
  • Gerencia o envio de documentos (justificativas de faltas, atestado médico);​
  • Conformidade com a legislação trabalhista vigente;
  • Estabilidade do software, com pouca manutenção e riscos de queda do sistema;​
  • Atualizações recorrentes do sistema operacional;​

Controle de ponto

Considere as opções conforme as necessidades da empresa

Para além dos benefícios técnicos que o registro de ponto Secullum oferece, há também outros pontos positivos no sistema.

Sendo assim, cada modelo de registro de ponto é indicado para diferentes necessidades do cliente. Por exemplo, empresas que atuam com representantes comerciais externos podem utilizar o registro por geolocalização  para evitar deslocamentos desnecessários.

No entanto, se o negócio segue algo mais tradicional e pretende seguir nesta linha, o modelo com leitor de código de barra pode ser o mais indicado. Isso porque o código pode ser colocado no crachá do funcionário, por exemplo.

Além disso, outra opção que vem se tornando cada vez mais comum no registro de ponto é a biometria, que além de ser prática também é bastante eficaz no combate de fraudes dos colaboradores no sistema.

Os 7 tipos de registro de ponto da Secullum

Conforme já havia sido falado, os diferentes tipos de registro de ponto são interessantes também para oferecer soluções em cenários diferentes.

Dessa forma, o Secullum Ponto oferece 7 tipos de registros. Alguns deles dispensam o uso do REP (relógio de ponto), dando lugar a tablets e smartphones. Outros, no entanto, seguem com o uso do equipamento, mas agora com novas funcionalidades.

Mas vale ressaltar que o pacote de serviços oferecidos em cada um destes tipos de registro de ponto muda conforme o plano contratado. A categoria “Secullum Ultimate” é a única que permite o uso de reconhecimento facial para o registro de ponto dos funcionários.

Além disso, é importante ressaltar que todos estes modelos de registro do ponto estão de acordo com as novas leis trabalhistas, dando total garantia jurídica aos serviços.

Portanto, veja a seguir os 7 tipos de registro de ponto oferecidos pela Secullum Software:

Geolocalização

Com as novas configurações da lei trabalhista, se tornou mais acessível e comum que empresas contratem colaboradores de forma remota. A pandemia de coronavírus aflorou ainda mais o uso do home office.

No entanto, um fator negativo dessa mudança era a ausência do registro de ponto, o que dificultava o controle da carga horária. Esse problema se resolve a partir do uso da geolocalização para registrar o ponto.

Através do aplicativo no smartphone ou pelo computador, o funcionário faz o check-in ou check-out nos horários de trabalho. Com isso, além de registrar o horário, também registra a localização do dispositivo, com uma precisão de 10 metros.

Para além dos profissionais que atuam exclusivamente em home office, o sistema de geolocalização também é válido para profissionais com jornada híbrida, que cumprem horários na empresa, mas constantemente estão a serviço em outros locais.

Biometria

Considerada a alternativa mais segura, a biometria permite que apenas o próprio colaborador registre seu expediente de trabalho, através das digitais.

Essa modalidade de registro de ponto pode ser adotada com o uso do REP, que já possuem o leitor digital integrado no aparelho.

Apesar de muitos smartphones já contarem com a biometria, essa funcionalidade para registro de ponto ainda não está disponível.

Selfie

O registro de ponto por imagem é cada vez mais usado pelas empresas. Um dos principais motivos para esse uso é o nível de segurança, já que o registro é efetuado apenas depois da detecção da imagem.

Para registrar o ponto por selfie, as opções mais utilizadas são os tablets, principalmente quando é feito dentro da própria empresa. Além de ser mais prático, os tablets também significam economia em relação ao REP.

Além dos tablets alocados na empresa, o modelo de registro de ponto com selfie é indicado para profissionais em regime de home office, podendo utilizar o smartphone para realizar a autenticação.

Reconhecimento facial

O reconhecimento facial é, assim como a biometria e a selfie, uma das formas mais seguras de se fazer o registro do ponto.

A função de reconhecimento já é adotada há alguns anos pela Apple, principalmente no iPhone, o que aumenta ainda mais a segurança dos aparelhos.

No caso do registro de ponto com reconhecimento facial, o procedimento dura apenas 3 segundos, podendo ser realizado tanto na empresa, quanto em home office.

QR Code

No interesse de integrar diferentes dispositivos para o registro de ponto, o QR Code se mostra como uma opção interessante. Integrando ferramenta física e digital, o código é único para cada colaborador, que o recebe impresso ao se registrar no RH.

Para fazer o registro, o funcionário pode utilizar o aplicativo Secullum Checkin, apontando o QR Code para a câmera do tablet.

Cartão de proximidade

O registro de ponto com cartão de proximidade se mostra como a opção mais convencional, principalmente se comparado com os sistemas anteriores.

Através de um cartão magnético o trabalhador registra seu horário no relógio, precisando apenas aproximá-lo do leitor.

Além disso, o dispositivo permite ainda mais versatilidade nas suas funções, uma vez que o cartão utilizado para registrar o ponto também pode ser usado como crachá ou documento de identificação do empregado.

Outro ponto positivo que é trazido pelo cartão de proximidade é o uso do REP para fazer o registro de ponto, já que o sistema Secullum Ponto é compatível com mais de 60 modelos de relógio.

Leitor de código de barra

Assim como o cartão de proximidade, o registro de ponto com leitor de código de barras também é bastante conveniente e prático.

Com o cartão corporativo tendo o código de barras impresso, o trabalhador tem a opção de registrar o ponto em qualquer lugar, desde que o gestor esteja de acordo e tenha acesso a um leitor de código de barras.

Nesse sentido, o leitor de código de barras pode ser tanto o REP, que oferecem diversas opções de leitura, ou até mesmo pelo tablet, que podem fazer a leitura através da câmera.

Teste grátis

Share

2 Comments

  1. qq pkv games Reply

    Thank you a bunch for sharing this with all folks you really know what you’re talking approximately!

    Bookmarked. Kindly additionally visit my web site =).
    We could have a link change contract between us

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.